Cansado da vida burocrática dentro da empresa que trabalha? Não gosta do que faz? Quer ter mais tempo pra aproveitar a vida e a família? Ou tá difícil voltar ao mercado de trabalho?
Não importa seu motivo, sempre vai existir uma solução para ele. Basta pesquisar, planejar e colocar a mão na massa, mesmo que a insegurança bata.

Trabalhar em casa pode gerar uma boa renda extra ou virar seu negócio próprio. Confira essas dicas de pequenos negócios que você pode ter em casa e inspire-se.

– Culinária
Use suas habilidades culinárias e divulgue suas delícias! Você pode fazer a venda direta ou oferecer para padarias, restaurantes, buffets e outros estabelecimentos.
Sugestões: bolos, docinhos de festa, pão de mel, bem casado, trufas, marmitinhas fit.

– Artesanato
Use a criatividade e coloque seu talento em ação! Não precisa ter grandes habilidades, é só treinar que você pega o jeito.
Nunca experimentou fazer nada? Que tal fazer um curso? Existe uma imensa variedade de modalidades e métodos disponíveis em instituições particulares e públicas e até cursos on-line! Pesquise, informe-se e mãos à obra!
Sugestões: caixinhas em MDF personalizadas, patchwork, toalhas e fraldinhas bordadas com ponto cruz, camisetas customizadas, tapetes e almofadas de crochê, nécessaires em tecido, lembrancinhas em feltro.

– Pequenos ajustes
Tem habilidade com a costura? Por que não fazer pequenos ajustes? Todo mundo tem uma barra de calça pra fazer, um vestido pra encurtar ou uma blusa precisando de uns pontinhos.
Basta uma máquina de costura!

– Beleza e estética
Esse serviço não tem mulher que não use! Então, por que não se especializar em fazer maquiagem, unha, sobrancelha, massagem relaxante ou drenagem linfática?
Escolha o que mais se identifica, procure um curso e separe um espacinho em casa para atender as clientes.
Quando o trabalho agrada, não tem cliente que não volte e não indique!

– Revenda
Essa opção exige pouco ou quase nenhum investimento. Que tal revender cosméticos, semijoias ou lingerie? Existem marcas já consagradas, com boa margem de lucro e ótimos produtos. Comece vendendo para a família, amigos e vizinhos. Aos poucos, sua clientela vai aumentando.
Converse com alguém que já vende, informe-se, escolha uma marca que se identifique e analise qual é a melhor opção para o seu perfil e o perfil dos seus possíveis clientes.

– Loja virtual
Sim, você pode ter sua própria lojinha virtual e colocar à venda algo que já faz ou que pretende fazer.
Se tiver habilidade com informática, você mesmo pode desenvolver o seu comércio on-line. Existem ferramentas como o Wix e o WordPress que facilitam esse processo e, no geral, você vai precisar: registrar um domínio (endereço na internet), hospedar seu site para manter ele no ar, criar o layout do site ou contratar um profissional que o faça e resolver como o pagamento será feito. Existem intermediadores de pagamento como o Paypal e o Pagseguro que facilitam o processo de recebimento e tornam a venda mais segura. Eles mesmos oferecem as opções de cartões, boleto e débito em conta.
Achou muito complicado? Não desanime! Informe-se, converse com alguém que entende ou analise a possibilidade de contratar alguém para montar e atualizar a lojinha pra você.

Escolha algo que goste e se identifique, analise os custos com o seu negócio, organize-se e planeje antes de bater o martelo. Depois de começar o negócio, divulgue-o! Com cartõezinhos, boca a boca ou nas redes sociais.

Gostou das ideias? O Consórcio Luiza está pronto para ajudar a tirar esse objetivo do papel. Com um plano de serviços, você pode dar o pontapé inicial e investir no seu novo negócio.
Vem planejar com a gente, somos especialistas em realizar sonhos.