Já falamos aqui sobre a importância da educação financeira aliada ao Consórcio, clique para ler, agora é hora de falar sobre sua importância para as crianças.

Capacitar os pequenos para lidar com o dinheiro é a maneira mais simples de formar adultos conscientes, que sabem os limites e as melhores formas de investir. Para isso, aplicar atividades lúdicas no dia a dia da criança, fazendo da brincadeira uma grande lição, é uma boa ideia.

Estabeleça uma mesada.
Se possível, conceder um montante fixo para a criança, seja por mês ou semana, mesmo que seja pequeno, já ajuda a mostrar os limites e incentiva a traçar metas para não passar aperto.

Não interfira.
Quando a criança cometer erros, não tente intervir dando mais dinheiro. Nessas horas, a sua função é incentivar que a própria criança faça uma análise e perceba onde foi o seu deslize.

O velho porquinho.
Para promover a ideia de poupar, você pode presentear os pequenos com cofres e porquinhos de louça, existem diversos modelos que eles vão adorar, um mais criativo que o outro. Saber guardar para usar depois também é uma lição bastante válida.

Dê o exemplo.
Não adianta nada querer ensinar sem mostrar, com atitudes, que você também segue o mesmo ideal. Demonstrando para as crianças qual é o caminho certo, fica tudo mais fácil.

E, se você quiser dar mais exemplo ainda, faça um Consórcio Luiza para os pequenos. Você pode ir pagando por mês, sem pressa e com prestações que cabem no seu bolso.

Com o Consórcio, além de compartilhar com as crianças como funciona uma das melhores formas de adquirir algo, você pode garantir um carro para quando eles completarem 18 anos, até mesmo a faculdade, ou quem sabe fazer aquele pé de meia para abrirem o negócio próprio.

Acessa lá www.consorcioluiza.com.br