Fazer um intercâmbio é o sonho da maior parte dos jovens brasileiros, especialmente porque os benefícios são incontáveis: valorização do currículo, experiência, independência, autonomia, amadurecimento, crescimento profissional e a possibilidade de fazer uma imersão cultural totalmente diferente do que estamos habituados.

Nós, do #ConsórcioMagalu, podemos ajudar você a realizar o tão desejado intercâmbio do seu filho.  Embora, a princípio, possa gerar insegurança e muita dúvida de como e por onde começar, pode ficar tranquilo que não é nenhum bicho de sete cabeças, tampouco um sonho tão distante de se concretizar.

Para se ter ideia da demanda cada vez maior, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Datafolha em 2018, 62% dos jovens entre 16 e 24 anos desejam viver no exterior. Ou seja, praticamente 2/3 dos jovens. Muito expressivo, né?

Sem dúvida alguma, o intercâmbio é a oportunidade de realmente saber se o que o seu filho pretende é construir uma vida e carreira no exterior ou não. Mas, calma aí! Não precisa ficar assustado com a possibilidade de ficar longe do seu filho…

Dublin também é um destino bastante requisitado pela possibilidade de estudar e trabalhar em horários alternativos às aulas.

Sabemos que, principalmente para as mamães, não é uma missão simples abrir mão do convívio com os filhos tão repentinamente.

“A mãe, ou quem exerce a função materna tem um papel fundamental na rotina de seu filho, pois desde a primeira infância ela é quem está em maior sintonia com ele, cumprindo os principais cuidados básicos como nutrição e proteção”, explica a psicóloga Mariana Imperador.

Apesar de todo o apego, é essencial entender que criemos nossos filhos para serem livres e independentes. Afinal, nem sempre estaremos por aqui para darmos todo o suporte familiar a eles. A experiência de fazer um intercâmbio será um período de amadurecimento e crescimento pessoal, não apenas para os filhos, mas para os pais também – que terão que deixar de lado o excesso de proteção.

Com planejamento é possível!

O assessor de investimentos Gabriel Jannetti (26) resolveu fazer um intercâmbio aos 24 anos e viveu por 8 meses em Dublin, na Irlanda. Ele conta que não é um sonho difícil de ser concretizado, mas exige planejamento financeiro.

“O primeiro passo é traçar seu objetivo, verificar o que será necessário fazer para conquistar isso e ser determinado para atingir tal feito”, aconselha.

Seja para Irlanda, Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia, Espanha, França, Canadá ou qualquer outro país, o #ConsórcioMagalu pode te ajudar. Primeiro, faça toda a estimativa de valor do investimento. A partir daí, basta entrar em contato conosco para definir a carta de crédito adequada para a realização do intercâmbio, incluindo todos os seus custos.

O tempo do consórcio será importante para você se planejar e o seu filho dar um gás na aprendizagem do idioma também. Afinal, começar do zero na língua pode não ser uma ideia tão boa se o objetivo for aproveitar ao máximo a vivência internacional.

E claro, se a ansiedade bater à porta e você ainda não tiver sido contemplado pelo sorteio do consórcio, há a possibilidade de ofertar um lance, agilizando ainda mais o tão sonhado intercâmbio do seu filho.

Portanto, agora é hora de fazer o sonho do seu filho acontecer e começar a planejar todos os detalhes.

“Fazer intercâmbio é ter rotina, trabalhar, conhecer pessoas de todos os lugares e se sentir livre para conquistar o mundo. Já estou planejando minha próxima jornada!”, conclui Gabriel Jannetti.

E aí, partiu fazer um orçamento do intercâmbio do seu filho agora mesmo?