Nós estamos na era da “gig economy”, ou economia dos freelancers. E quando falamos em freelancers, autônomos e até mesmo em “ganhar um dinheirinho extra” não tem como deixar de lado os motoristas de aplicativos.

Por isso, a nossa dica hoje vai para quem fez dos aplicativos uma fonte de renda e sente que precisa ter um controle maior sobre o tempo, o planejamento financeiro e também sobre as ferramentas de trabalho.

Não perca suas finanças de vista

É muito comum o pagamento de aplicativos como Uber, Cabify, 99, entre outros, serem realizados semanalmente na conta do motorista. Isso garante que ele tenha renda para manter o automóvel com combustível e suas despesas em dia, porém, para quem não tem um controle financeiro legal pode ser uma armadilha.

Nossa dica é simples, monte uma planilha de recebimentos x gastos e defina quais são as despesas mensais e semanais. Agora, veja a proporção entre esses gastos, por exemplo: em um mês, um terço das suas despesas são mensais. Então reserve um terço do seu ganho semanal em uma poupança. Assim você terá um fundo de reserva para as contas como aluguel, luz, gás e internet, por exemplo.

O seu celular é uma ferramenta de trabalho

Trate o seu celular como uma ferramenta de trabalho extremamente importante, se possível tenha um segundo aparelho de modelo mais simples para manter no painel do carro durante o horário de trabalho, afinal, quanto mais tecnológico (diga-se caro) for o modelo do seu aparelho, mais atenção ele irá chamar para possíveis assaltos.

O celular precisa ter uma internet 4G suficiente para rodar os aplicativos, tanto o aplicativo de transporte, quanto os aplicativos de mapa. Além da internet, a bateria do celular também precisa estar em dia. Nossa dica é sempre deixar no carro um carregador com entrada de automóvel ou um carregador portátil. Afinal, ninguém quer que o aplicativo desligue ou pare de funcionar no meio da corrida, não é mesmo?

Atenção aos horários de pico

O horário de pico é sempre muito disputado e o valor da corrida vai nas alturas. Isso é ótimo para o motorista, mas essa variação de preço também chamada de “preço dinâmico” acaba repentinamente. Por isso, vale a pena conferir através do aplicativo de usuário se o valor ainda está no preço dinâmico.

Outra dica para os motoristas de aplicativos é sobre prestar muita atenção a avaliação do usuário nesses horários. É muito comum golpes, como pedir a corrida com pagamento em dinheiro ou em endereços suspeitos principalmente em períodos de maior movimento, considerando que os motoristas também estão mais disponíveis nesses horários.

Faça revisões frequentes no seu veículo

Dentre as ferramentas de trabalho, não se esqueça do seu companheiro de todos os dias: o veículo. Mantenha as revisões sempre em dia, confira a calibragem dos pneus, água e fique sempre atento a qualidade do combustível utilizado.

Planeje a troca do seu veículo

Mesmo com revisões frequentes, um carro muito utilizado demanda manutenções e reparos que podem atrapalhar na sua saúde financeira com idas frequentes ao mecânico. Por isso, o consórcio é uma boa opção para quem planeja a troca periódica do seu carro. Afinal, é muito mais saudável separar um valor como investimento mensal para a compra de um novo bem, do que acabar gastando com reparos e consertos.

 

Além de saber um pouco mais sobre os motoristas de aplicativos, é importante dirigir com responsabilidade e lembrar de manter sempre o sistema de combustível em dia para evitar poluentes.

E para quem está se programando para a troca do veículo, pode simular no site, entrar em contato com o nosso televendas através do 0800 940 3400 ou nas do Magazine Luiza para conversar direto com os nossos representantes.