Adquirir um bom imóvel comercial pode se tornar uma estabilidade financeira no futuro.

A compra de um imóvel comercial pode ser tão difícil quanto a escolha do próprio lar, afinal, essa será a “casa” do seu empreendimento por muito tempo. E por esse motivo, muitos ainda ficam em dúvida se devem mesmo comprar ou apenas alugar um imóvel comercial.

A locação de um imóvel comercial pode trazer diversas vantagens para quem está começando, por exemplo a possibilidade de mudança de local, porém, olhando pelo lado financeiro, a locação pode não ser tão vantajosa, já que além de o aluguel ser um gasto sem retorno, todas as benfeitorias ou reformas dentro do imóvel também não serão consideradas como investimento.

Já para a aquisição de um imóvel comercial, devemos levar em conta a liberdade para reformar e personalizar o imóvel de acordo com as necessidades do seu negócio, mas também os custos e responsabilidades de ser o proprietário.

Localização

Dizem que a vizinhança é a alma do negócio, então se você está abrindo um pequeno negócio local como uma hamburgueria, um salão de beleza ou uma sorveteria, por exemplo, pode ser que regiões residenciais sejam uma boa opção por não haver tanta concorrência.

Faça um estudo do seu tipo de negócio e da região onde pretende se instalar. Uma dica é sempre comparar a concorrência local com as regiões centrais. Lembre-se que mudar uma empresa de lugar é complicado e custa caro, então se a sua opção for alugar, considere os imóveis que já estão praticamente prontos para se instalar.

Mas se a localização é ótima para o seu negócio, investir na compra pode ser uma saída inteligente. Imóveis comerciais costumam valorizar mais rápido do que os residenciais, mas tome cuidado com o zelo para que o local se mantenha sempre em alta, já que não é apenas a localização que conta.

Estrutura

De nada adianta encontrar a região perfeita se os imóveis irão demandar uma reforma caríssima para poder comportar o seu negócio. Uma dica é entender o que o seu negócio precisa, por exemplo: uma hamburgueria precisa, como diferencial, de uma cozinha grande e um salão para as mesas. Então já procure imóveis que tenham essa estrutura em planta.

E lembre-se que nos imóveis alugados, todas as reformas e adaptações devem ser autorizadas pelo proprietário e quase sempre tem o custo de retirada ao final do contrato de locação. Já se você optar pela compra, terá liberdade para reformas personalizadas que servirão para valorizar tanto o seu negócio quanto o imóvel em uma possível venda futura.

Investimento x Expansão

Devemos considerar sempre em primeiro plano o investimento, ao invés do gasto. O aluguel, que é conhecido por ser um gasto sem retorno, pode ser uma boa saída quando você já tem planos de expansão do seu negócio e sabe que logo irá precisar de um local maior.

Já a aquisição de um imóvel é quase sempre um investimento, já que há a valorização do imóvel e com a possibilidade de venda ou locação, acaba se tornando uma estabilidade financeira no futuro.

 

E se depois dessas dicas você resolveu optar pela compra, mas não tem um valor em caixa para dar de entrada, considere o consórcio como uma forma de planejamento para a sua empresa. Além de não precisar de entrada, as cartas variam de R$60.000 a R$400.000 com as menores taxas administrativas do mercado e possibilidade de lance embutido para agilizar a realização do seu sonho.

Quer saber mais? Entre em contato com um de nossos especialistas para descobrir qual o plano ideal para o seu negócio nas Lojas do Magazine Luiza, através do televendas no 0800 940 3400 ou através do site.