O melhor momento de aderir ao consórcio depende de alguns fatores. Leia nossa matéria e saiba quais são.

Qual a hora de fazer um consórcio? A resposta para essa pergunta depende de algumas questões que comentaremos detalhadamente.

Antes, vamos relembrar sobre o conceito de consórcio. Ele é perfeito para quem gosta de planejar. No consórcio, pessoas com o mesmo objetivo formam grupos e, cada participante, quando contemplado, usufrui do crédito para concretizar o seu sonho.

É aconselhável estipular um prazo máximo para a realização do objetivo, sendo este o prazo de referência para o plano aderido. À partir do momento que você se planeja, você consegue se organizar para contemplar a carta seja aguardando o sorteio ou lance, sem se frustrar e sem deixar de concretizar o que tanto deseja.

O consórcio disponibiliza da vantagem da contemplação por lance . Este benefício permite que você oferte um valor e aumente suas chances de antecipar sua contemplação. O lance também oferece a possibilidade de usar o 13º salário, o FGTS – no caso de consórcio de imóvel, ou alguma reserva que você tenha.

Agora que já relembramos os conceitos de consórcio, vamos falar um pouco sobre os fatores que influenciam a hora de fazer a sua carta de crédito:

Para quem não tem pressa: se você não tem a necessidade de possuir o bem em momento próximo, o consórcio pode ser um excelente negócio, pois funciona como uma poupança programada, oferecendo tempo para que o futuro contemplado prepare-se financeiramente.

• Para quem tem necessidade de disciplina financeira: muitas pessoas tem dificuldade de guardar dinheiro pela simples falta de disciplina. Quando aparecem compromissos fora das prioridades, algumas pessoas não pensam duas vezes antes de gastar.
A melhor forma de economizar dinheiro é separando a quantia necessária ao receber seu pagamento, como se fosse uma conta mensal, e o consórcio pode ajudar muito nessa tarefa.

• Para quem precisa de flexibilidade no pagamento: caso em algum mês você consiga poupar um pouco mais, poderá antecipar as parcelas, abatendo o restante do pagamento do seu plano. Além do mais, você pode acumular essa renda a mais para usar como lance e aumentar sua chance de ser contemplado.

• Para quem não quer pagar juros: este é outro benefício que o consórcio proporciona e faz dele uma das formas preferidas de realizar sonhos.
As taxas aplicadas são apenas as taxas administrativas do grupo, que são incomparavelmente mais em conta que os juros de financiamentos.
Além disso, quando contemplado, o consorciado pode pagar o bem à vista, aumentando seu poder de compra.

• Para quem necessita de garantias: muitas pessoas têm receio do que possa acontecer no meio do caminho ao concretizar uma compra de valor expressivo como um carro ou uma casa. No caso do financiamento, por exemplo, você não poderá reaver seu dinheiro de volta. Já com o consórcio, é possível resgatar parte do valor aplicado após a última assembleia do grupo.
E lógico, a garantia mais esperada: quem entra no grupo, cedo ou não, será contemplado e poderá adquirir seu bem à vista.

E aí? Lendo nossa matéria você identificou que está na hora de fazer o consórcio da sua casa própria? Então saiba que o Consórcio Luiza está com a promoção “Sua casa vem com tudo” e, para participar, basta adquirir um plano de imóvel com a gente!

Consórcio Luiza. A sua casa própria e todos os seus sonhos sem juros e com planos perfeitos para você.