Na casa do futuro, os eletros são controlados à distância. Leia nossa matéria e saiba como

Lembra do desenho “Os Jetsons”, uma família do futuro que que controlava os itens da casa, entre eles os eletros, por um dispositivo parecido com um celular? Pois é, essa tecnologia saltou do desenho para a realidade dos dias atuais.

O controle da iluminação, o sistema de vigilância, abertura de portas e cortinas por comandos de voz ou aplicativos de celular é realizado pela tecnologia Internet das coisas ou IoT (Internet of Things) um conjunto de sistemas avançados que permitem a conexão de objetos do dia a dia com a internet e faz com que se comuniquem mutuamente.

As duas grandes potências da tecnologia, as empresas Amazon e Google, já trabalham com este tipo de tecnologia há um bom tempo e lançaram no mercado produtos da marca LG que são controlados via aplicativos de celular como refrigerador, TV’s, fogão, closet inteligente que seca e até  esteriliza e passa as roupas ao borrifar água quente na peças.

Jeferson Porto, diretor da área de eletrodomésticos da Samsung comenta: “A automação proporciona economia de energia e de água, no caso das lavadoras, pois o consumo pode ser monitorado e adequado de acordo com a necessidade do momento”.

O acesso a este tipo de tecnologia não é para todos. Os lançamentos costumam salgar o preço dos produtos e um bom exemplo são as cobiçadas lavadoras e secadoras que possuem preços de R$ 5.699,00 até R$ 13.299,00.

“No exterior, aparelhos conectados são vendidos em mercados, em farmácias. Por aqui ainda é um nicho de elite, mas acredito que em cinco anos deve ser democratizado”, explica Arthur Igreja, especialista em tecnologia e inovação e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV).
Para auxiliar o ritmo da tecnologia, e consequentemente da democratização dos eletros, a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, da Câmara dos Deputados, autorizou um projeto que zera as taxas sobre produtos da Internet das coisas. Este procedimento pode auxiliar totalmente o acesso a estes eletros, pois irá diminuir o preço. A proposta segue para análise pelas comissões de Finanças e Tributação, e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Há também uma parte preocupante em meio a este avanço tecnológico. O presidente da Abinc comenta: “As empresas terão acesso a uma quantidade enorme de dados dos clientes e, se não tratarem de forma apropriada, esses dados podem ser usados para outros fins. Se um hacker entrar no sistema da cafeteira e ver que ela não foi ligada há vários dias, vai deduzir que a casa está vazia e pode facilitar a ação de ladrões”.

O Consórcio Luiza também tem uma dica de ouro para você ter acesso aos eletros com tecnologia avançada, o plano de eletros. Com pequenas parcelas você terá sua lava e seca e não precisará depender da previsão do tempo para secar suas roupas.

Entre em contato com nossos vendedores:
📞 0800 9403400
Chat online  (https://www.consorcioluiza.com.br/chat-on-line/?parceiro=BLOG) ou
Faça uma simulação (https://www.consorcioluiza.com.br/?parceiro=BLOG)

Otimize seus dias com um plano de eletro do Consórcio Luiza. 👚 👔 👕